terça-feira, 19 de novembro de 2013

Prólogos de Personagens: Orc Vanguardeiro

Arte: mihairadu

"A simples menção do nome de Orz'ah é capaz de causar nem que seja por um instante a relutância no mais bravo dos guerreiros! Orz'ah é o espírito de uma fera selvagem contida no corpo de um ser monstruoso, feroz, e que não teme a vida ou a morte. Estes fatores aliados á sua exímia destreza em batalha deram-lhe o posto de vanguardeiro das colunas de  Snarlbolgradolg, o exército negro dos montes cinzentos. Por muitos anos Orz'ah fora o vencedor das batalhas que participara, esmagando crânios, decepando braços e arrancando pernas. Foram anões, elfos, trolls e humanos empilhados lado a lado por cada batalha que travava. 

Porém, nem todos possuíam a bravura e o tino deste guerreiro. Orz'ah estava obstinado a mostrar-se o melhor guerreiro do mundo e começou a rumar cada vez mais longe de Snarlbolgradolg para enfrentar heróis de renome, e assim, rapidamente suas tropas foram sendo dizimadas, quer fosse pelas batalhas, pelo frio ou pela fome e sede. 


E assim, em uma destas batalhas sangrentas foi que Orz'ah viu o que sobrava de seu exército partindo, rumando para casa, o que lhe causara grande indignação, pois um guerreiro deve morrer pelo calor da batalha, e não simplesmente esperando o peso dos anos. Mas o bravo, pediu proteção aos seus irmãos que partiram cedo, e prometeu que os vingaria se sobrevivesse a aquela batalha solitária.

E assim lutou sozinho por dois dias e uma noite... Em seu estágio frenético de batalha não sentia medo, nem dor, nem compaixão. Apenas fúria e sede de sangue. Orz'ah por um instante chegou a pensar que era igual aos Deuses, pois os guerreiros do mundo mortal não tinham capacidade para tombá-lo em batalha. E assim, aos gritos e golpes, abriu caminho entre carne, tripas e ossos dos guerreiros que caiam sobre si como chuva. Ao sentir enfim, o cansaço e cair sobre um joelho, foi que pode vislumbrar a carnificina que houvera feito sozinho durante aquela interminável batalha. Não sabia precisar naquele momento quantos corpos jaziam em seu entorno, nem por quantas milhas o rastro de sangue era um mar de dor e morte. Mas ele estava vivo, mais uma vez, não partiria deste mundo. Ainda não encontrara quem o pudesse derrubar em batalha.

E assim, após recompor-se, agradeceu a proteção de seus irmãos e sabia  que um dia retornaria para Snarlbolgradolg e acabaria com todos os covardes, não merecedores de se intitularem guerreiros ao fugir de uma batalha! Iria assim, vingar todos os seus irmãos de armas que pareceram pela vontade dos Deuses no fio de um guerreiro mais capaz! Mas não agora... Ainda não!

Então O guerreiro partiu, para terras cada vez mais distantes, na busca por guerreiros de renome, adversários capazes, e batalha após batalha, vitória após vitória, seu nome foi sendo reconhecido, seu valor de batalha fora sendo invejado e sua sede de sangue fora sendo temida."

Pontos para a interpretação: 
Armamento e Armadura:
Orz'ah não utiliza elmo. Ele aprecia que as criaturas com o qual batalha vejam o Orc a quem estão enfrentando. Também não utiliza escudos, pois aprendeu que sua arma deve ser também sua única proteção. Armas de sua preferência são machados e espadas em ambas as mãos ou armas de duas mãos. Não utiliza nenhuma arma de longo alcance, pois para ele, as batalhas honradas devem ser travadas corpo-a-corpo.

Alinhamento:
Orz'ah possui um alinhamento de certa forma Neutro, pois ao contrário do que possa parecer, ele não mata mulheres e crianças. Ele é um guerreiro honrado e vaga pelo mundo para desafiar os que são aclamados como bons lutadores, até a hora em que o machado dos deuses seja superior ao seu e assim sua vida seja tomada por um guerreiro melhor.

Ação:
Orz'ah é um vanguardeiro, e assim é sempre o primeiro a movimentar-se, a entrar em batalhas e a começar as carnificinas em guerras. Em caso de marcha em exércitos, ele é o que vai logo atrás do comando. Ele atira-se na batalha com fervor e só a abandona após o último desafiado ter caído em agonia. Isto também pode ser um problema, pois não saberá recuar mesmo que as coisas não andem muito bem em uma luta.

Pontos de Atributo:
Força, Resistência e Vigor. Destreza com armas. Não utiliza magia de nenhuma forma.

Montaria: 
Para locomoção em grandes distâncias geralmente um Warg. Porém batalhava a pé.

2 comentários: