domingo, 24 de novembro de 2013

Nasce uma sombra... Final

"E assim a história da garota se perdeu no tempo... Nunca mais ouviu-se falar da pequena Annya. Ainda em seu povoado as pessoas contam as mais diversas histórias, desde que ela foi raptada por bruxas para rituais de além mundo, outros dizem que a garota foi possuída por demônios e matou sua família, outros ainda contam que ela fugiu naquela noite e foi vista correndo nua com lobos pela floresta nas noites de lua cheia por diversas vezes. 

Uma certa vez, do outro lado do continente do povoado da triste história da garota Annya, um explorador que vagava pela floresta encontrou um casebre abandonado em meio a floresta, já quase ruido e desabitado a anos, pelo o que parecia! Nele encontrou algumas páginas amareladas que continham uma história muito antiga! O pouco que o homem conseguiu ainda ler, segue-se abaixo...

"Hoje fazem oito ou dez anos que eu o vi pela primeira vez aqui nesta cabana. Eu o chamava de corvo, pois se negara a me dizer seu nome. Dizia que não existia, não era ninguém e geralmente me castigava quando eu o interrogava sobre isso. pPorém algumas vezes enquanto ele sonhava eu o ouvia dizer um nome... "Haldir", ele dizia.

...

"Fui ensinada a suportar a dor, a não temer o frio e a fome, a locomover-me como a sombra, sem fazer sons e sem ser vista. Fui treinada na arte das adagas, por meu tamanho pequeno, e poucas vezes utilizei a espada. O negro se tornou minha vida, e a noite minha companheira. Possuía amizade apenas com um corvo que cismava em me seguir, Sussurro, eu o chamava. Meu fiel companheiro de todos os dias"

...

"Quando completei meus dezesseis anos, Corvo veio até mim e me disse que eu estava pronta. Que não houvera sido treinada apenas para pequenos furtos de homens bêbados ou velhas ceguetas pelas vielas escuras das cidades livres."

...

"E assim minha primeira missão foi aquela menina, Darla era seu nome, ao que conclui por uma placa pendurada em seu berço. Entrei em sua casa pela noite, enquanto seus pais dormiam e a dei uma morte rápida! Uma forte estocada em seu peito frágil e vívido. Aprendi a não hesitar, e assim o fiz. Sem fazer perguntas, sem saber o porque, apenas obedeci. O homem que me dera uma nova vida, me ensinou a ser forte e me ensinou o que preciso para sobreviver."

...

"Foi a primeira vez que chorei em nove anos, após a menina..."

...

"Depois foram homens e mulheres, ricos e pobres, reis e prostitutas... minha lâmina provou-os, a todos com a mesma certeza de sempre. Porém crianças nunca mais, Graças aos céus."

...

"O corvo as vezes saia, por dias, e voltava com cartas de contrato. As dividia comigo, bem como o ouro arrecadado. Me pergunto de que adianta esta pequena fortuna, se eu não vivo? se eu não existo? Será esta a minha sina? Viverei pra sempre assim? Com certeza um dia descobrirei..."

...

"Hoje fazem doze voltas de lua que o corvo saiu. Ele nunca ficou tanto tempo longe. Já não sei mais o que fazer, e cada dia mais tenho certeza que ele não retornará. Mas ele me deixou seu legado, talvez eu deva partir, procurar onde meus serviços sejam necessários ou procurá-lo vagando por ai..."

...

"Dezoito voltas de lua e nada do corvo! Irei partir pelo anoitecer, talvez eu volte algum dia para ver se ele retornou. Irei partir sem rumo, talvez passar na residência que um dia fora de uma garota chamada Annya, ver se algo ainda reside lá. Talvez eu apenas suma na noite, e nunca mais volte."


...

"Hoje sou isso... Apenas uma sombra do que um dia fui! Hoje sou apenas uma sombra... de mim mesmo! Levo apenas minhas armas e Sussurro. O demais deixarei aqui, caso corvo um dia volte. Ele me encontrou uma vez,pode me encontrar denovo."

...

"E assim eu parto, com o mundo na frente e a lua por cima... Solidão e caminho... Solidão... e caminho!"

FIM!

Arte:andydragonpark

6 comentários:

  1. Ótima conclusão. Muito boa mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Muito obrigado, Grande Zamiel. Quem sabe, Annya não retorna em breve!

      Excluir
  3. Muito bom
    E aquela espada que ela usa na arte parece com a espada nigthgale(acho que é assim que se escreve) do jogo skyrim

    ResponderExcluir
  4. Muito bom
    E aquela espada que ela usa na arte parece com a espada nigthgale(acho que é assim que se escreve) do jogo skyrim

    ResponderExcluir