terça-feira, 19 de novembro de 2013

Diablo III: Reaper of Souls

"Uma presença mais sinistra que qualquer demônio paira sob Santuário… Ele assistiu das sombras quando um herói da linhagem Nefalem destruiu Diablo e aprisionou o Senhor Demoníaco na Pedra Negra das Almas. Ele esperou em silêncio enquanto os exércitos mortais de Santuário esmagavam os remanescentes do Inferno Ardente, enviando-os para os ventos causticantes do Kehjistão. Agora, com a esperança florescendo novamente, sua longa vigília termina. Envolto em mistério e imbuído com um poder tão antigo como o universo, ele está chegando para o já abalado mundo de Santuário. Ele não pode ser impedido. Não há escapatória. Neste despertar, somente a morte irá prevalecer."

"A Morte finalmente abrirá as asas sobre todos..."


Na minha humilde opinião, como um jogador desde do Diablo I e as muitas mortes ao som de "Fresh Meat", venho expor alguns pontos sobre o Reaper of Souls, expansão de Diablo III que irá "levar as moedas do meu cofrinho". Eu, como muitos jogadores, achei Diablo III muito pouco sombrio. Os cenários pouco góticos e a opção de compra de itens com dinheiro real acabaram com a nostalgia de jogar horas a finco para encontrar itens lendários. Joguei por horas, conclui meus paragons Demon Hunters, mas pela história e a nostalgia. Faltava aquele algo a mais. Eis que surge então, Reaper of Souls, que promete trazer de volta todo o horror e a escuridão dos outros jogos da saga!

Pra mim, os pontos positivos são as novas opções de jogo, o personagem novo e o que virá (Que, pelo o que percebi, a população em massa assim como eu anseia pelo retorno do Necromante).
Mas o que achei mais confiável, que a Blizzard realmente quer se retratar, foi que enviaram aos jogadores um questionário, abordando a opinião destes acerca de Diablo III. Neste ponto, acho que eles tem tudo para ouvir a massa e fazer como esperamos! O bom e velho diablo de antes. Como ponto negativo, segundo as especulações a expansão sairá ao mesmo preço do jogo original, um pouco cara.
Mas vale a pena cada moeda, e acho que no fim os prós são muito superiores aos contras.

Pois bem senhores, assim me despeço, pois devo mais uma vez retirar minhas flechas da alijava e reiniciar minha caçada aos demônios.

Maiores informações no site oficial.

Abraço!



2 comentários:

  1. Estou bastante ansioso por esta expansão.

    Mesmo não sendo tão sombrio quanto Diablo 1 (Diablo 2 também não era), gostei muito de Diablo 3. Contudo, a compra de itens era algo absurdo, e fiquei muito feliz que foi retirada do jogo. Muito do clima de tensão e desafio do jogo se perdem se você está portando uma arma ou armadura muito poderosa...

    Muitos estão ansiosos para jogar com o Cruzado, e espero que os boatos de que Deckard Cain e Leah estejam na verdade vivos sejam verdadeiros. Este é um jogo que definitivamente irá reduzir o volume de meus tesouros...

    ResponderExcluir
  2. Realmente, Mestre Odin,
    Sempre fui contra a questão da compra de itens, acho que isto tirou totalmente o sentido de aprofundar-se cada vez mais no jogo.
    Uma das novas versões que a expansão trás são as opções Modo Aventura e Modo Caçada. No Modo aventura, o mundo é totalmente aberto sem as missões, e poderemos vagar livremente por todo o jogo. O modo Caçada podemos realizar missões nos mapas, para ganhar bonificação e itens.
    Com relação a história, acho ela fenomenal, e também não acredito que Deckard e Leah estejam mortos.

    Bem, agora é esperar e nos juntarmos em alguma caçada online, Nobre Amigo!

    ResponderExcluir